Debate Aberto

Mercado cultural e acessibilidade: desafios e possibilidades

No Brasil e no mundo ainda existe muito desconhecimento sobre as pessoas com deficiência e seus direitos. Muitos consideram que a inserção da da Língua Brasileira de Sinais (Libras) e da audiodescrição como um custo a mais para os projetos culturais, quando, na verdade, se trata da contemplação de direitos adquiridos pelas pessoas com deficiência.

Diante disso, na próxima terça-feira, dia 14 de março, às 18h, será realizado um debate online aberto ao público sobre os diversos desafios e possibilidades do mercado cultural e acessibilidade desses espaços.

A mediação do debate, que terá como tema o “Mercado cultural e acessibilidade: desafios e possibilidades”, será com o consultor em audiodescrição e vice-presidente da Associação Gaúcha de Audiodescritores (Agade), Felipe Mianes, que tem baixa visão desde a infância e enfrentou graves problemas de acessibilidade arquitetônica e atitudinal em sua formação e inclusão no mercado de trabalho.

Compartilhar: Facebook Twitter