Mundo Inclusão

Deficiente visual pede ajuda para arrecadar brinquedos para crianças carentes

Várias pessoas estão dentro de uma sala com balões coloridos. As crianças estão no meio dançando.

Um gesto simples que pode fazer a alegria de muitos meninos e meninas carentes da parte baixa de Maceió neste Dia das Crianças. É esse o propósito do projeto “Faça uma criança sorrir”, que está na sua 37ª edição e atende uma média de 300 crianças e jovens que moram no Conjunto Geraldo Bulhões, no Benedito Bentes 2.

Mas o projeto ainda necessita da ajuda da população com doação de brinquedos, roupas, calçados e até mesmo o lanche para ser ofertado no dia do evento, afirma o idealizador da iniciativa, Manoel Felipe, que é deficiente visual. O evento será realizado no próximo dia 13 de outubro, a partir das 14h.

Manoel Felipe disse que o projeto surgiu através da sua própria experiência de vida, ainda na infância, quando não tinha nem mesmo o que comer.

“Eu fui uma criança praticamente sem pai e mãe, fui criada por terceiros, não sabia o que era nada. Via todo mundo ganhar presente e não ganhava porque não tinha quem me desse. Eu disse pra mim mesmo que, no dia que pudesse, ia fazer algo por crianças carentes”.

Ele conta que nos primeiros anos conseguiu realizar o evento beneficente por conta própria, mas que do terceiro em diante precisou de ajudar devido ao grande número de crianças que o projeto atingiu. Manoel faz questão de ressaltar que faz tudo sem nenhuma ajuda do poder público.

“No primeiro ano eu dei 260 brindes e lanches comprados com meu próprio salário, no segundo, esse número subiu para 570 crianças. Já do terceiro em diante não tive condições de fazer sozinho e tive que buscar ajuda de outras pessoas porque o número de crianças aumentou. Quando vai chegando perto de outubro as crianças batem na minha porta atrás de brinquedo. Faço tudo isso sozinho, sem poder público, sem político por trás”.

O evento do dia 13 de outubro será marcado por diversas brincadeiras, apresentação do coral de crianças, espetáculo de teatro e ainda uma palestra de uma psicóloga que irá falar sobre educação sexual para os adolescentes.

Mas, o projeto ainda precisa de muita ajuda da sociedade. “Faço um apelo para toda comunidade para fazer doação de brinquedos, lanches, roupas e calçados em bom estado de conservação. Nós não queremos dinheiro, apenas os donativos”, disse Manoel.

“É uma coisa maravilhosa sentir todas aquelas crianças brincando e se divertindo no dia do evento, nesse dia eu choro. Me sinto feliz e recompensado por conseguir proporcionar tudo isso a elas”, falou.

Quem quiser fazer doação pode entrar em contato pelos telefones (82) 98704-7036/99823-5157, ou levar o material diretamente no endereço: Rua projetada nº 12, por trás do terminal Frei Damião, no Benedito Bentes 2.

Fonte: Gazeta Web (link para o site).

Compartilhar: Facebook Twitter